23.7.13

Umectação capilar - o poder dos óleos em seus fios

Umectar: tornar levemente molhado, levemente úmido, umedecer, hidratar.

Aí, você me pergunta: qual é a relação desse molhar com o óleo que se faz a umectação? Vou sair por aí com o cabelo todo encharcado em óleo? rs
Bom, a umectação capilar tem a função de devolver a umidade natural dos fios, tirar a aparência ressecada, oferecendo brilho e sedosidade.
Ah, se interessou, não é? Vamos para a próxima etapa que é informar quais óleos servem para este fim.
Para este procedimento você deve sempre usar óleos 100% vegetais e nunca, eu disse nunca, óleos minerais ou que sejam vegetais, mas batizados com algum tipo de óleo mineral. Fujam de silicones, petrolatos, parafina, vaselina líquida. Fujam também de finalizadores, pois eles não servem para a técnica da umectação.

Procurem, sempre, por óleos 100% vegetais/puros. Pesquisem essa informação na embalagem antes de comprar porque alguns óleos são batizados com os itens que citei acima e falei para fugirem, hahahaha.
Vamos aos óleos?
- óleo de coco 
- óleo de abacate
- óleo de rícino 
- óleo de argan
- entre outros
Todos sempre 100% puro, heim!
Além do azeite de oliva extra virgem (tem que ser o extra virgem). É o que sempre uso para umectar meus fios, pois ainda estou com dificuldade em comprar os outros óleos. Inclusive, se alguém puder me informar uma loja aqui no Rio, capital, que venda produtos naturais, eu agradeço é já, rs.

Agora que já sabemos que óleos usar, partimos para a etapa aplicação.
Existem 2 formas de aplicar: com os cabelos sujos (olha, sujo é a maneira de dizer, ou seja, horas antes do horário que você já pretende lavar os fios) ou lavando os fios com shampoo anti-resíduos, secando totalmente e aplicar o óleo após esse processo.
Após escolher o tipo de aplicação, poderá optar por:
- ficar algumas horas e lavar no mesmo dia.
- dormir com uma toalhinha fina enrolada na cabeça (para não engordurar o travesseiro) e lavar a cabeça no dia seguinte.

Passe o óleo mecha por mecha, tenha a certeza que os fios estão bem envolvidos. Lembrando que passar no couro cabeludo é opcional. Mas se você deseja massagear o couro, opte pelo de rícino, pois ele tem a função de controlar a oleosidade do couro. Massageie a cabeça de 5 a 10 minutos, pois isto também contribui para o crescimento dos fios.
Caso tenha o couro cabeludo oleoso, evite passar os outros óleos na raiz, pois o resultado pode ser a apresentação de fios com aparência pesada.
=> Nunca, jamais coloque touca térmica, pois se você está colocando óleo nos fios, não quer fritá-los, né?
=> Outra dica é nunca fazer com os fios úmidos, pois água e óleo não se misturam e o que acontecerá é que a água irá repelir o óleo não permitindo que ele entre em contato com os fios.
=> Nunca use óleo de cozinha, desses que se usa para fazer fritura.

Na hora de lavar os fios, faça normalmente como no seu dia a dia. Você pode, inclusive, aplicar shampoo 2 vezes: na primeira aplicação use um sem sulfato (geralmente são os transparentes) e na segunda aplicação os perolados (essa dica é a que sempre leio as pessoas propondo, mas estou procurando respostas do porque essa técnica de 2 shampoos diferentes). Finalize com seu condicionador de preferência e está pronta para divar.

De quanto em quanto tempo fazer a umectação? Depende. Você precisa observar seus fios e entender do que eles precisam, até os óleos apresentam funções diferentes, logo, se após a umectação você não gostou do resultado talvez seja porque os nutrientes daquele óleo que você usou não são os que seu fios precisam. Portanto, teste os óleos, se permita conhecê-los e observe a resposta de seus fios sempre.
A partir do conhecimento de seus fios, você sentirá quando eles estiverem pedindo nova umectação.

Abaixo, apresento minha umectação com azeite extra virgem, como podem reparar não passei no couro cabeludo, apenas no comprimento e pontas.


Infelizmente, não fotografei o depois, mas o resultado foi de cabelos macios e brilhosos.


20 comentários:

  1. Eu fiz essa semana e dormi com o óleo, meu cabelo ficou super macio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho o resultado ótimo. Sem contar as mãos, que também ficam super macias, rsrsrsrsrs

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. O problema é que o argan é caro.
      Por enquanto vou apelando para o azeite mesmo que está dentro de meu orçamento, hahahaha

      Excluir
  2. Eu fiz com o azeite. Meu cabelo não curtiu muito não, já com o óleo de rícino ele gostou mais. Na verdade (que ninguém me escute) meu cabelo gosta e muito de tudo que é considerado proibido, rsrsrsrs.
    Bjks.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahahahahahahahaha
      Mas, Ana, o meu também reage bem aos proibidos, hahahahahahahahaha.
      Enfim, tenho o costume de usar produtos que deixem meu cabelo bonito, não tenho mania de ler componenetes não, hahahahahaha

      Excluir
    2. mas o óleo de rícino é muito fedorento. rs

      Excluir
    3. Ju, tem gente que mistura ele com óleo de amêndoas para dar mais emoliência e abafar o cheiro enjoado. Mas atenção para usar óleo de amêndoas 100% natural.

      Excluir
  3. Adorei a dica Lu!
    Vou experimentar... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenta sim, Lidia. Eu recomendo sempre para minhas amigas. Tenho certeza que você vai gostar.

      Excluir
  4. Adorei a dica Lú...vou tentar fazer isso nos meus cabelos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenta sim, é uma dica com produtos naturais, nada de química. Vale a pena sim.

      Excluir
  5. Oi adorei a sua dica...Vou deixar uma também rsrsrs,Descobri um site que vende oleos 100% pura e entrega em qualquer lugar do Brasil, e chega no prazo, o site é o: http://www.mundodosoleos.com/ .O preço é bem em conta.
    Espero q a minha dica ajude...
    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arrasou na dica!!!!!!!
      Muito obrigada.

      Excluir
  6. Vc fez com azeite que se usa para temperar?
    Eu quero fazer isso mas nunca sei como fazer..
    Além do mais tenho poucos produtos para cabelos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Ju. Tem que ser o azeite extra virgem. Como os fios seco é só você ir aplicando do comprimento às pontas até ter a certeza que ficaram bem envolvidos no óleo, não precisa deixar pingando. Só aguardar o mínimo de 2 horas e lavar.
      Não costumo fazer com frequência, mas agora comprei os óleos do catálogo Abelha Rainha e procurarei me dedicar mais a umectação (não curtia muito fazer com o azeite por causa do cheiro que começou a influenciar negativamente na hora de comer salada, hahahahaha).

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk dava vontade de comer o cabelo? Depois que fiz aquele alisamento que postei na fã page meu cabelo quebrou na raiz, da pra ver algumas partes o cabelo espigado pra cima. Queria morrer nesse momento, logo eu que amo meus cabelos. Agora vou me dedicar a deixar ele crescer e não fazer mais cagada! rs

      Excluir
    3. Juraaaaaa?????? Como não ví isso? Você resenhou sobre o produto?
      Caramba, que chato. Cuida bastante do cabelo sim...usa também a cada 15 dias o Max Keratin da Embelleze. É maravilhoso para ajudar a recuperar os fios que passaram por químicas.

      Excluir

Obrigada por comentar. Sua opinião, elogio ou crítica é muito importante para o crescimento deste blog.
Vou ler com muito carinho.
Bjs